Pastor ameaça matar jornalista que o acusa de se aproveitar dos fiéis

O jornalista afirma que o religioso recebe mensalmente 210 mil reais em um esquema financeiro em que sua esposa e familiares participam

Miguel Arrázola, pastor da igreja cristã Rios de Vida, da cidade de Cartagena de Indias, na Colômbia, tem sido criticado por supostas emaças de morte contra o jornalista Lucio Tores, que o acusou de obter milhões de dólares às custas dos fiéis. Suas palavras foram gravadas em um vídeo que circula nas redes sociais do país e que tem causado polêmica em todo o país.

Segundo o jornal ‘El Heraldo‘ Torres publicou um artigo em 2016 no qual ele disse Arrázola recebe 200 milhões de pesos (US $ 67.000 ou 210 mil reais) por mês, em um esquema financeiro em que sua esposa e outros membros da família estão envolvidos. Valor que exceda o salário de qualquer congressista colombiana.

Diante das declarações do jornalista, o pastor respondeu durante um evento da congregação da última sexta-feira, 10 de março. “Graças a Deus que sou nascido de novo e que tenho o Espirito Santo e Jesus Cristo em meu coração, porque (se não fosse isso), você estaria (Torres) no fundo de Ciénaga de la Virgem (lago nas imediações de Cartagena)”, disse o religioso. “Te mandaria para Nigéria (supostamente junto com capangas), e esses te matariam… Mas como não podemos fazer nada pelo amor de Deus e a Bíblia…”, acrescentou Arrázola referindo se ao jornalista.

Pastor Everaldo Pereira teria recebido R$ 6 milhões em dinheiro, em 2014

O pastor Everaldo Dias Pereira, presidente do PSC, estaria envolvido nos esquemas de caixa dois envolvendo a empreiteira Odebrecht, principal construtora do país que está no centro das delações premiadas envolvendo políticos.

A aproximação entre o pastor Everaldo e a Odebrecht teria acontecido em 2014, época em que o político assembleiano foi candidato à presidência da República e chegou a figurar entre os cinco primeiros colocados.

Muçulmanos querem casar com cristãs para espalhar “a verdadeira religião´´

A crise imigratória que assola a Europa está se mostrando uma oportunidade para os muçulmanos fazerem o número de adeptos de sua religião crescer e, pouco a pouco, tornar-se majoritária em países de tradição cristã.

A nova estratégia adotada pelos líderes muçulmanos é incentivar os homens solteiros que seguem a religião a casarem-se com cristãs, para transformá-las em seguidoras de Maomé e formar uma família islâmica.

Estado Islâmico aterroriza cristãos no Egito:“Fujam ou morram”

A imprensa internacional vem ignorando a crise de perseguição religiosa contra cristãos no Egito perpetrada pelos extremistas do Estado Islâmico, enquanto a tensão no país cresce diariamente.

O atual estágio de violência contra cristãos no Egito é consequência do expurgo que a aliança militar internacional vem promovendo no Iraque e Síria, expulsando os extremistas dos territórios desses países.

Delato confirma versão de Malafaia sobre cheque de R$ 100 mil: “Era oferta”

O pastor Silas Malafaia ganhou um forte aliado na sua versão de que não teria recebido propina no esquema de desvio de royalties investigado pela Operação Timóteo: o advogado que repassou o cheque a ele acertou o acordo de delação premiada e confirmou que os R$ 100 mil foram entregues ao líder da Assembleia de Deus Vitória em Cristo (ADVEC).

A informação – que corrobora a versão que Malafaia sustenta desde o início da polêmica – foi revelada pelo jornalista Guilherme Amado, do jornal O Globo, nesta quinta-feira, 09 de março de 2017.

Pastor Jabes Alencar se afasta da Assembleia de Deus Bom Retiro e Samuel Ferreira é o novo presidente

A Assembleia de Deus Bom Retiro está trocando de liderança, e tem desde a última segunda-feira, o pastor Samuel Ferreira como seu novo presidente. O fundador da denominação, pastor Jabes Alencar, se afastou da função por problemas de saúde. Continue lendo “Pastor Jabes Alencar se afasta da Assembleia de Deus Bom Retiro e Samuel Ferreira é o novo presidente”