“Se Jesus conseguiu restaurar Pedro, também pode restaurar você”, diz pastor

Dê sua nota:

“O discípulo corajoso que tinha prometido a Jesus que o seguiria em qualquer lugar se transformou em um covarde”. A afirmação feita pelo pastor e escritor J. Lee Grady em uma de seus artigos recentes se refere a Pedro, que acabou negando a Jesus quando se viu de alguma forma “em apuros” por ser um dos seguidores do Messias.

Em uma reflexão de Páscoa publicada pelo site ‘Charisma News’, Lee Grady expôs como o poder e a soberania de Deus se manifestaram através de Jesus na restauração de Pedro.

“Uma das partes mais tristes da história da Páscoa ocorreu na noite em que Jesus foi preso. Seu discípulo Pedro estava estressado até o ponto de ruptura e temeroso da multidão. Quando a criada do sumo sacerdote o acusou de ser um discípulo de Jesus, o seguidor negou-O”, contou.

“Quando a menina repetiu sua acusação a alguns espectadores, ele negou conhecer Jesus novamente. Quando outros o interrogaram, a Bíblia diz que Pedro ‘começou a invocar uma maldição sobre si mesmo e a jurar: Eu não conheço este homem de quem você fala’ (Marcos 14:71). O discípulo corajoso que tinha prometido a Jesus que o seguiria em qualquer lugar se transformou em um covarde. Ele cedeu sob a pressão”, acrescentou.

Lee Grady conta que a restauração completa de Pedro está relatada no Evangelho segundo João e comenta a possível reação de Pedro ao reencontrar seu mestre, ressurreto e pronto a perdoá-lo.

“Este poderia ter sido o fim para Pedro. Ele chorou amargamente e desapareceu. Nada mais é dito sobre ele nos Evangelhos de Mateus e Marcos. Lucas diz que Pedro foi ao sepulcro de Jesus e o encontrou vazio. João é o único Evangelho que explica como Pedro encontrou restauração completa após seu fracasso”, explicou.

“Pedro deve ter ficado curioso quando viu o almoço completo que Jesus preparou para os discípulos na praia. Como aquilo poderia acontecer? Jesus não estava nem franzindo a testa, não estava esperando para fazer uma severa repreensão ao seu discípulo. Ele não repreendeu Pedro nem se lembrou de sua negação covarde na noita da crucificação”, acrescentou. “Este incrível Salvador simplesmente convidou Pedro para sentar com ele e comer. Jesus queria estar com seu amigo”.

Comentários no Facebook